Skip to content

Missionários: heróis ou humanos?

“Homens, porque vocês estão fazendo isso? Nós também somos humanos como vocês…” Atos. 14.15

Em Listra, Deus usa a vida de Paulo para um curar um homem que fora paralitico desde o nascimento. Um acontecimento único e fora do comum para o povo do seu tempo. Pregavam a Palavra e os sinais e maravilhas de Deus confirmavam a sua mensagem. Logo foram considerados deuses e o povo queria idolatrá-los trazendo-lhes seus sacríficos. Foram conclamados heróis de sua época. Aclamados pela multidão por tantas obras realizadas.

Não é a primeira vez que me deparo com essa reflexão: Missionário é herói? Precisamos de tanto status? De tanta aclamação quando voltamos a nossa pátria e relatamos o que fizemos? Somos por vezes colocados num patamar elevado, de superioridade aos demais. E aceitamos tais ações quase que automaticamente. Conscientemente ou não nos colocamos no papel de heróis e heroínas do Reino de Deus.

É fato que cada missionário tem dedicado sua vida em favor da missão de Deus. Têm sido corajosos para enfrentarem tantas situações e permanecerem firmes na sua caminhada. Missionário é um ser valoroso e de muita estima para Deus. E sem dúvida, não é vão o trabalho de vossas mãos.

Mas, mesmo diante de tanto trabalho e resultados, quem somos nós, senão apenas humanos. Humanos que são passíveis de erros. Que são totalmente dependentes de Deus, pois sem ele nada podemos fazer (Jo 15.5). Que são apenas instrumentos nas mãos de Deus. Humanos que são servos e como servos apenas cumprimos as ordens do nosso Senhor, e no final, por mais maravilhoso que seja o que fizemos, fizemos apenas nosso dever (Lc 17.9-10). Dele, por Ele e para Ele são todas coisas (Rm 11.36).

Somos dignos de receber reconhecimento e valor daqueles que pela vontade de Deus nos enviou para a missão do Pai. E o próprio Pai nos proporciona momentos e maneiras de sermos reconhecidos pelo trabalho que estamos realizando PARA ELE. Mas, não permitamos que o sentimento do heroísmo entre em nossos corações. Que os aplausos mexam com nossa essência de servos. Que o status que nos colocam não seja acima D’Aquele que fez tudo. ELE É O VERDADEIRO HERÓI. Não somos dignos de trabalhar para o Seu Reino, mas por seu imenso amor e favor, fomos escolhidos. Somos apenas HUMANOS, vivendo e servindo para SUA HONRA E GLÓRIA.


Claudia Cumba

É missionária da Missão Kairós em Guiné Bissau

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print

Obrigado pelo seu contato.

Em breve um membro da nossa equipe entrará em contato com você.

Caso precise de um atendimento mais rápido, entre em contato através do nosso whatsapp